Banner 1

 

 

21056041_1805458512833247_2871642736422980510_o.jpg

 

CEC capacita Rádios Comunitárias de Nampula em Jornalismo Económico e monitoria de Políticas Públicas

 

Representantes das Rádios Comunitárias Oníhipiti na Ilha de Moçambique, de Monapo, da Rádio e Televisão de Nacala, da Rádio Comunitária de Moma e da Rádio Encontro, todas da província de Nampula, tiveram sessões de capacitação sobre a prática do Jornalismo Económico e monitoria de Políticas Públicas, de 27 de Novembro a 02 de Dezembro. As sessões visam dotar os participantes de conhecimento técnico para produção e divulgação de matérias sobre a economia local. 

 

Durante as sessões, os participantes irão produzir programas de rádio, focando em aspectos e actividades do dia-a-dia das comunidades, que têm um impacto na economia do distrito, assim como da província e do país no geral.

Mentorias nas Rádios Comunitárias da Zambézia.

 

A iniciativa assenta no reconhecimento do potencial e papel que as rádios comunitárias têm no processo de desenvolvimento local.

 

 

Mentorias sobre Objectvidade no Jornalismo para as Rádios Comunitárias da Zambézia

 

O CEC realiza de 22 à 24 de Agosto mentorias para 10 rádios comunitárias da província da Zambézia, em matérias de diversificação de fontes de informação, respeitando a inclusão das proprios membros comunidade, bem como em questões relativas a objectividade no contexto do direito à informação de qualidade que represente os interesses das comunidades.

 

Assim, beneficiaram-se desta capacitação jornalistas das rádios comunitárias de Quelimane, Chinde, Maganja da Costa, Morrumbala, Namacurra, Gurué, Pebane, Alto Molócuè, Ile e Namarroi.

 

O CEC espera que esta seja uma oportunidade para que os jornalistas das rádios comunitárias exponham as suas dúvidas relativas ao acesso às fontes de informação e que discutam as oportunidades que a Lei do Direito à Informação cria para melhorarem e diversificarem a qualidade dos seus programas, debates, reportagens e notícias.

 

Participantes, da mentoria da Zambezia, partilham os ganhos que tiveram durante a mentoria organizada pelo CEC sobre objectividade e acesso às fontes de informação.

 

“Aprendemos a produzir uma pauta. Aprendi que, por exemplo, quando programamos uma entrevista, primeira coisa que temos que fazer, como jornalista, é a pauta, onde devemos colocar os objectivos que pretendo desenvolver com o tema da minha entrevista e quem vai me dar a informação certa. Gostei muito do tema sobre imparcialidade e o cruzamento da informação,” Justino Luís, jornalista da Rádio Comunitária de Gurué.

 

“Para mim, esta capacitação deu-me conhecimentos que eu não sabia, visto que sou um novo colaborador da Rádio Comunitária de Pebane. Levo como bagagem desta formação, a importância da objectividade no jornalismo e o meu papel, como jornalista, de elaborar temas interessantes para a minha comunidade e não apenas esperar dos convites para cobrir os eventos” Pedro Tomé, colaborador da Rádio Comunitária de Pebane.

 

“Esta formação vem ajudar a enfrentar as dificuldades que nós temos na redacção de textos e elaboração de pautas que envolvam todos membros da nossa comunidade. Muitas vezes convidamos sempre as mesmas pessoas para falarem aqui na rádio. Assim, esta formação ajudou-me a entender que isso tem que mudar,” jornalista da Rádio Comunitária de Namacurra.

FaLang translation system by Faboba